Bowen Island: Passeio “BBB" (bom, bonito e barato)

Se planeja visitar Vancouver por poucos dias, este post não é para você. A cidade de Vancouver sozinha tem atrações suficientes para preencher vários dias, então não haverá tempo suficiente para você fazer os “extras”. Como “extras”, refiro-me à passeios que são muito legais mas não são “imprescindíveis”.

Já para quem mora em Vancouver ou planeja passar uma temporada maior por aqui, seja estudando ou trabalhando, aí sim... continue a ler o post porque este passeio vale muito à pena.

Bowen Island está localizada no Howe Sound, tem aproximadamente 6km de largura e 12 km de comprimento. São pouco mais de três mil habitantes, dos quais muitos vêm para o continente diariamente, seja para trabalhar ou para frequentar escolas / universidades.

Como chegar:

Para chegar em Bowen Island, a forma mais econômica é embarcar num ferry boat em “Horseshoe Bay”.

Há outras formas para chegar lá (como barco saindo de downtown Vancouver ou serviços de water taxi), mas neste post vou escrever apenas sobre a forma mais barata e agradável, que é o ferry boat.

Horseshoe Bay

Horseshoe Bay

Horseshoe Bay (vista do ferry com destino à Bowen Island)

É de Horseshoe Bay que partem os ferries com destino a várias ilhas, incluindo Bowen Island _ que é a ilha mais próxima do continente.

Travessia de ferry

Dá para ir sozinho (a) ou é preciso ir com uma empresa de tours?

Se você não fala inglês e fica com receio de se “aventurar” por aí, entre em contato conosco que levamos você até lá.

Para quem fala (ou “arranha”) inglês não há “mistério” nenhum, é um passeio super econômico porque você poderá fazer todo o passeio utilizando apenas transporte público!

“The True North Strong and Free”, a caminho de Bowen Island

Como chegar:

Mesmo que você tenha carro, recomendo que deixe o mesmo em casa ou até mesmo estacionado em Horseshoe Bay (Cad 19.00 dá direito à ficar o dia inteiro). Para quem quiser utilizar apenas transporte público (recomendo), a melhor forma é pegar o ônibus número 250 em downtown Vancouver (West Georgia Street) com direção à “Horseshoe Bay” e saltar no ponto final. O ônibus deixará você na porta do terminal do ferry.

Recomendo que além de visitar a Bowen Island dê uma volta à pé também por Horseshoe Bay. Como o nome diz, é uma baía em formato de ferradura, com vários barcos ancorados, água cristalina (e super gelada) e muitos cafés e restaurantes.

O ingresso no ferry custa apenas Cad 12.35 e o tíquete dá direito a ida e volta. Ou seja, um passeio super legal gastando muito pouco!

Os ferries saem de hora em hora e você pode conferir os horários visitando o site do BC Ferries: http://www.bcferries.com/schedules/mainland/biva-current.php

A viagem de ferry demora aproximadamente 20 minutos e é muito agradável.

Os carros que você vê na foto acima são de pessoas que residem na ilha e utilizaram o carro no continente. Pode ser até que tenha algum “desavisado” que foi de carro para lá, mas anote aí: Para quem visita a ilha é absolutamente recomendável que você não leve seu carro até lá. Vá como “passageiro à pé” no ferry, como todos os turistas fazem. :)

Chegando em Snug Cove (terminal do ferry em Bowen Island) as opções são várias! Não é preciso pegar ônibus para fazer vários passeios interessantes (fizemos caminhadas mega legais!), mas se quiser ir lá no “topo” da ilha, continue lendo até o final para saber o ônibus que levará você até lá.

Quase chegando em Bowen Island

Os passeios que fizemos:

Trilha até a Praça dos Artesãos (Artisan Square). Ao invés de ir pela calçada, siga uma plaquinha que aponta para uma trilha. Esta plaquinha está localizada na Bowen Island Trunk Road, logo depois que cruzar a Dorman Road (logo depois da “Village Square”).

Vá subindo, subindo, subindo e lá em cima vai ver, além de uma vista bonita, várias lojinhas com artesanato de muito bom gosto, galerias de arte, cafés, etc

À caminho de “Artisan Square"

Ínumeras casinhas de passarinho nas árvores (trilha para Artisan Square)

Na Artisan Square a vista das montanhas

Uma outra caminhada que achamos interessantíssima, foi no Clipper Park. Andamos por trilhas numa floresta bem fechada, passamos pela “Fish Ladder” (rio com uma “escada” para os salmões subirem, mas não era época dos salmões quando lá estivemos). Chegamos a andar cerca de 8 milhas só nesse parque, que é muito bonito.

Clipper Park

Clipper Park

“Escada” para os salmões no Clipper Park

Clipper Park

Há também uma trilha (plana) na beira do lago (este lago aparece no mapa como “The Lagoon”). As vistas da baía (chamada “Deep Bay”) são lindíssimas e há casas com arquitetura muito interessante.

Deep Bay, com vista para a “Sea to Sky Highway” e para as montanhas

“The Lagoon”, na Bowen Island

Um pouquinho de história:

Os povos Squamish habitaram a região por milhares de anos e usavam a ilha como base para suas incursões de caça e pesca. Sua presença ficou registrada em diversos totens.

A empresa “Union Steam Ship’s” foi responsável pelo desenvolvimento turístico da região entre os anos de 1920 e 1957, e ainda hoje podemos admirar prédios que pertenceram a este período de apogeu.

Para se ter uma idéia de como a ilha era “badalada”, em 1924 os barcos da frota levavam 1400 passageiros por dia para a ilha, todos ansiosos para festejarem, dançarem e curtirem as melhores bandas de música daquela época.

Por mais de 100 anos Bowen Island foi considerada o “playground” de Vancouver e era conhecida como “Happy Island” (Ilha Feliz). O resort de propriedade da Union Stream Ship's fechou suas portas em 1960 e a partir desta data a ilha tornou-se mais pacata e passou a receber um menor número de visitantes.

Vários artistas (escritores, músicos, pintores, escultores) residem na ilha, conferindo uma “vibe” legal, aliada a artigos de extremo bom gosto.

O passeio que (ainda) não fizemos:

Há ainda uma outra caminhada com um “boardwalk” em Killarney Lake. Essa não deu tempo para visitarmos, ficou para a próxima.

A forma de chegar no Killarney Lake é pegar o ônibus número C11 (Snug Cove to Eagle Cliffs). O ponto de ônibus em Snug Cove é bem em frente de onde você desembarca do ferry. Diga ao motorista que você quer desembarcar na Miller Road em frente ao número 1258.

Irá encontrar uma passarela de madeira (boardwalk), que é sempre uma forma agradável e segura de passear pela floresta sem risco de tropeçar em raízes ou sujar o tênis caso o chão esteja muito molhado.

Se já esteve lá e fez o passeio pela “boardwalk” conte aqui nos comentários o que achou, ou mande umas fotos para que todos possam ver! :)

Onde comer: Almoçamos no “Rustique Bistro” (433 Bowen Island Trunk Road) e gostamos muito da comida e do atendimento.

Rustique Bistro

Antes de regressar para Vancouver não deixe de comprar uns biscoitinhos artesanais para comer no ferry. O que não falta por lá são lojinhas vendendo coisas saborosas!

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon

FALE CONOSCO:

 
INFO@VANCOUVERBYLOCALS.COM
PHONE: +1 (604) 726 6250
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Flickr Social Icon